segunda-feira, 21 de junho de 2010

Para as meninas!!

Meninas attention please!

Qual de vocês nunca se depararam com uma réplica desse tipo de homem:

Ele parece ser um HOMEM, bem resolvido e tudo mais, mas quando você o conhece melhor, e o "fisga", digamos assim, ele se demonstra uma criança! ... Explico!! ...

Ele quer "carinho", que você "cuide" dele, que o "ajude", etc etc. Reparando bem as palavras entre aspas, você já começa a notar a carência materna por detrás do moço! Ele não quer uma mulher, ele quer uma mãe, enfermeira ou derivados...

Aí, com o tempo, ele vai fazendo suas vontades, até que você - quando percebe - já está mandando no dito cujo, sutilmente, é claro.
Exemplo: faz beiço por uma semana se ele resolve jantar ou sair com os amigos, ou ir no futebol, liga atrás de hora em hora pra fiscalizar o rapaz, ou seja, você se sente literalmente DONA dele.
E o rapaz, vai cedendo, afinal ele PRECISA de limites e um pulso firme que o diga como viver, sim caras amigas, exatamente como uma criança!

Aí, com o tempo... talvez, ele se sinta incomodado com tanta pressão! "Pô, mas ela não me deixa nem respirar"! Aí você não entende como que se tornou assim, tão mandona! "Pô querido, você que sempre fez questão de ser dependente de mim até pra comprar um pão na padaria da esquina?"

Pois é, colegas... a vida é assim mesmo. Se você pentelha demais o vivente, você é controladora, se você o deixa livre - deduzindo é claro que ele seja um HOMEM que saiba viver com suas próprias pernas e encéfalo - você não o ama e não se preocupa com ele!

Sabe que sempre deixei livres os homens com quem me relacionei, até porque sempre acreditei que fossem HOMENS e não crianças. Acho que isso demonstra respeito pela inteligência do outro. Agora, se é pra fiscalizar até se meu homem está trabalhando certinho, terei de confessar-lhes uma coisa: pra mim, macheza é fundamental!

Homem pra mim tem que honrar a palavra HOMEM, ocupar realmente seu papel no casal e não querer que eu vista as calças do relacionamento!

Tem mulher que gosta de mandar, controlar a vida do parceiro. Eu não tenho paciência pra cuidar da vida de um marmanjo criado! Uma coisa é preocupação, conversa, como adultos. Outra coisa é ter que fazer beiço pra conseguir o que quer, ligar atrás pra conferir, enfim, vocês mulheres me entendem bem.

Não adianta, pra mim ter que ser HOMEM!

3 comentários:

Simone Dewes disse...

Simplesmente perfeito esse texto, ameiiiii!!!!

Daniele Buzatta disse...

Obrigadinha Moni!!!!

Me inspirei em mim, nas amigas e todo o resto que tu sabe bem... ;)

jessica daiane disse...

é assim mesmo vc tem toda razão

adorei seu blog

quando puder venha me visitar bjs em cascata