sexta-feira, 18 de julho de 2008

Amparo


Estrelas que estão lá no céu a olhar-me, eu lhes suplico, por favor não olhem mais assim para mim...

Eu sei que agi mal e que vocês querem me ajudar.

Me dêem um pouco dessa luz, dessa humildade que possuem...

Ao andar, pelas ruas desertas, escuras, desconfiadas, eu pensei nele e vocês me acompanharam e viram como eu estava. Andando, passo a passo, o vento me acariciando delicadamente e as lágrimas insistentes rolavam pelo meu rosto, me queimando.

Foi quando paro e decido sentar em algum lugar, pois minhas pernas não me obedeciam mais. Me sento, abaixo a cabeça e sumo naquele jardim escuro e abandonado. Olho para o céu e as vejo chorando comigo, fico feliz por ter umas confidentes tão fiéis como vocês e me esforço para me renovar com um pouco da energia que vocês me davam.

Levanto e percebo que a noite já não era a mesma, eu estava triste, mas tudo ao meu redor estava concentrado para me fazer feliz ou ao menos chegar perto...

Eu olho para o céu, e as estrelas me olhavam sorrindo, olho ao meu redor e vejo as árvores dançando ao som do vento, que por sinal não parava de me acariciar com uma ternura semelhante a de uma mãe.

Continuo a andar, sigo o meu caminho e ouço alguém me chamar, olho ao lado e vejo uma coruja que me olha e diz para eu ficar bem... Eu ando, ando e choro...

Vejo as pessoas em suas casas, as crianças brincando, as luzes dos carros me iluminando e as estrelas me seguindo.

Quando retorno à casa, percebo que os ares já eram outros, a noite já estava mais calma, o céu já não me olhava tão severo como antes e a noite já seguia seu rumo.

Mas eu ainda estou sozinha!

Então saio e volto para o conforto de meus amigos, agora as estrelas já me olham serenas e sabiamente me dizem que tudo vai acabar bem.

O perfumar que se espalha pelo ar é das flores que eu tanto gosto e que para me confortar, espalham seu perfume pelo ares...

Tudo é lindo, calmo, mas seria perfeito se ele estivesse aqui... Eu não sabia dos meus sentimentos até correr o risco de perder a fonte deles, agora eu já sei que gosto dele muito mais do que pensava e assim como vocês, amigas estrelas precisam da noite, eu preciso dele...




Nenhum comentário: