sexta-feira, 15 de junho de 2007

Gostei...

"A alegria do pecado
Às vezes toma conta de mim
E é tão bom não ser divina
Me cobrir de humanidade me fascina
E me aproxima do céu

E eu gosto
De estar na terra
Cada vez mais
Minha boca se abre e espera
O direito ainda que profano
Do mundo ser sempre mais humano

Perfeição demais
Me agita os instintos
Quem se diz muito perfeito
Na certa encontrou um jeito insosso
Pra não ser de carne e osso
Pra não ser carne e osso"

Zélia Duncan

quarta-feira, 6 de junho de 2007

Repensando...

Porque pensar nunca é demais!
Pensando na minha vida hoje, há 2 anos e daqui a 2. Muita coisa mudou... será que foi porque eu mudei? Pensando naquele sonho que era mais uma ilusão, naquela vida que era alienada, naquela amizade incrivelmente verdadeira que na verdade era incrivelmente verdadeira só para mim, no quão me iludi com as pessoas, no quão espero sempre mais das pessoas, pensando que às vezes as pessoas escapam pelo meio dos nossos dedos fechados, no quão sozinha já estive achando que não estava, no quão me preocupo demais mesmo sabendo que ninguém mais se preocupa. Repensando pessoas, valores, comportamento. Talvez eu mude de novo! Talvez mude muito, talvez mude pouco ou talvez não mude nada! Tudo vai depender do que sair dessa espremeção de neurônios. Espero não precisar mudar nada, sinal que estarei pensando e agindo certo e também porque toda mudança é dolorosa. Mas se precisar mudar de novo eu mudo! Afinal sou um ser pensante...