domingo, 25 de março de 2007

Be Free!!

(Escrevi esse texto há uns anos atrás...
Alguns textos que eu postei são antigos, mas conforme for esgotando meu acervo eu crio outros! hehe)


Eu sempre escrevi sobre momentos de minha vida e coincidentemente sempre eram textos dramáticos falando do amor. Para quem os lesse, certamente concluiria que eu era uma pessoa totalmente frustrada nos assuntos do coração. E seria uma conclusão errada, não que eu seja super resolvida nisso, mas passo longe de frustração.
Mas o grande lance é que eu sempre escrevo sobre os mais profundos sentimentos, aquelas dores guardadas a sete chaves. Por isso concluo que eu há um bom tempo atrás até poucos dias era uma pessoa depressiva, mas no decorrer no dia-a-dia eu não percebia, até porque eu tinha momentos de alegria. Mas enfim, hoje concluo esse fato não muito feliz, possa se dizer.
Mas por que falo tudo isso? Falo porque hoje, pela primeira vez vou escrever da minha vida! (mas isso não é novidade), vou falar positivamente da minha vida!!!
Hoje percebi de verdade que valorização da vida não pode estar só nas palavras guardadas para discursos de aceitação, feitos normalmente com o objetivo de impressionar as pessoas a sua volta, mas sim deve-se viver e pensar realmente que a vida é a maior dádiva do ser humano, o maior tesouro do universo, não existem palavras suficientes para descrever a beleza de viver!
A beleza de termos uma carcaça somente nossa, uma capa onde fazemos o que quisermos.
A beleza de também termos um cérebro, onde podemos deixá-lo vazio ou recheado.
A beleza de termos o livre-arbítrio.
A beleza de sermos rodeados de seres semelhantes a nós, que denominamos “amigos”.
A beleza de sentirmos o nosso corpo responder a um grande amor.
A beleza de não só termos, mas também sentirmos de fato o coração bater forte e rapidamente.
A beleza de sentir o corpo tremer sem que queiramos, apenas movido pela intensidade de um sentimento.
Meu Deus eu poderia ficar até amanhã escrevendo todas as belezas que possuímos, e ainda assim existem muitas pessoas que não cansam de reclamar da vida que possuem!
Eu sou da opinião que enquanto houver um coração batendo bem forte, a vida sempre valerá muito a pena!!!


2 comentários:

Leo Camargo disse...

Temos muito mais em nossa vida do que imaginamos. Posso dizer que meu coraçao sempre bate forte simplesmente porque tenho amigos dos quais eu gosto e sei que sou querido por eles. Amigos nao sao tudo aquilo que precisamos para viver, mas sem eles, será que conseguimos?
Beijao!
Leo Camargo

Rafael disse...

Oi, Daniele!

Primeiramente, muito obrigado pela visita e pelo comentário em meu blog, no texto que trata sobre as cotas para negros. Estou em mudança de endereço, do antigo 100padrao para o http://www.rafaelspengler.com.br/blog/ e te convido a visitar este, caso tenha gostado (ou mesmo odiado... heheh) da forma com que escrevo.

Li seu blog e este texto, Be Free, me chamou muito a atenção. Escreves como muita poesia e consegues, sem dúvida, demonstrar teus sentimentos e aflições nas palavras. És autêntica, siga escrevendo, garota. =)

Meus sinceros parabéns.

Beijos.
Rafinha Spengler.